Sunday, April 17, 2005

Camões- medida velha e medida nova

Camões lírico

Corrente tradicionalista (Medida Velha)

Corrente renascentista (Medida Nova)

Em Camões coexistiu a poesia com sabor tradicional com uma poesia cujos modelos formais e temáticos revelam a cultura humanística e clássica do poeta.

Assim, e por influência tradicional escreveu vilancetes, cantigas, esparças, trovas.

Fez uso da Medida Velha e cultivou o verso de cinco sílabas métricas (Redondilha Menor) e de sete sílabas métricas (Redondilha Maior). As temáticas tradicionais e populares usadas por Camões são, o amor, a natureza, o ambiente palaciano e a saudade.

Da influência clássica Renascentista Camões cultivou a medida Nova fazendo uso do verso decassílabo através da composição poética o soneto (duas quadras e dois tercetos) introduzido em Portugal por Sá de Miranda.

Nas temáticas de influência Renascentista cultivou o amor platónico, a saudade, o destino, a beleza suprema, a mudança, o desconcerto do mundo, a mulher vista á luz do Patrarquismo e do Destino.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home